70.862.067
Rolhas recolhidas
677.960
Árvores plantadas

A cortiça no combate às alterações climáticas

img0596

Há, pois, que defender a rolha de cortiça como produto que garantiu e deverá continuar a garantir a manutenção do montado de sobreiros, um dos ecossistemas mais ricos em biodiversidade do continente europeu e que se estima absorver, por ano, 4,8 milhões de toneladas de CO2 por ano (só em Portugal), um dos principais gases causadores do efeito estufa e do consequente aquecimento global. A cortiça é um material natural, é 100% biodegradável e reciclável. E não só se gasta muito menos energia na produção de rolhas de cortiça em comparação com outros vedantes, como a exploração de cortiça mantém florestas de sobreiro que capturam CO2 e ainda mantêm a biodiversidade.

Como a cortiça é a própria casca da árvore, também retém CO2 e ao ser reciclada, evitam-se emissões deste gás para a atmosfera, contrariamente ao que acontece quando se decompõe ou é incinerada. De facto, em cada tonelada de rolhas de cortiça encontram-se retidos cerca de 1,07 toneladas de CO2. Se considerarmos que associada à produção de cortiça está todo o montado de sobro é possível fazer a aproximação de que a produção de cada rolha reflete a absorção de CO2 de todo o montado, nesse sentido em cada em cada rolha representa a absorção de 112 grama de CO2.

O montado de sobro é um suporte essencial à nossa biodiversidade e aos ciclos da água e do clima. Não são só mais resistentes aos fogos como dão também um contributo muito importante do CO2. Globalmente, por ano, as emissões dos gases de efeito estufa resultantes de incêndios e desmatação de florestas, são superiores do que as que resultam dos automóveis, aviões e fábricas. Para fazer face às alterações climáticas, para além de reduzir as emissões, temos de plantar e preservar as florestas, pois elas prestam um serviço de interesse comum sem fronteiras. As árvores para o futuro são a melhor herança que a actual geração pode deixar às próximas.

O projeto Green Cork pode ser considerado como um projeto de adaptação às alterações climáticas uma vez que o estimulo à utilização da cortiça enquanto material sustentável permite:

  • a manutenção do montado de sobro;
  • a produção da rolha de cortiça emite menos CO2 do que os outros vedantes de plástico e alumínio;
  • prolongação ciclo de vida da rolha através da reciclagem preservando essa biomassa que acumula carbono.